quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Love is All - IV FIC 1969



Malcolm Roberts, levantou uma platéia de 30 mil pessoas com Love is All, uma canção romântica.
" Nunca esperei essa inacreditável recepção. Foi a mais fantástica experiência da minha vida".
O júri, escolheu Cantiga por Luciana como a melhor canção do IV FIC mas, o público preferiu o cantor que com uma voz potentíssima, charme e simpatia foi o dono do Festival.





3º lugar - Love is All

16 comentários:

André guimaraes (palhaço paçoca) disse...

Quase separam 40 anos desse 4 FIC de 1969 essa musica é um hino ao amor
Valeu Maclom Roberts pela musica fantástica.

Anônimo disse...

Esse malcol roberts faz parte de um lp chamado baile emoções. Alguém aí sabe quais os nomes das canções que tem nesse lp? poi só tenho uma fita das músicas.

priscila disse...

Sempre gostei da interpreta
cão dele.
Recebi um e-mail com seu vídeo e voltei ao passado ,salvei em meus favoritos e chorei como na década de 60 com a paixão que ele cantou.
Fiquei triste ao saber que morreu ainda jovem.
Muito linda sua postgem

Valter disse...

Auge da jovem guarda me aparece esse até então desconhecido cantor americano no FIC e conquistou o povo brasileiro com essa canção. Marcou sobremaneira...até hoje qdo. a ouço choro de saudades....Que linda canção!

Valter Dóccusse

Anônimo disse...

I was a kid but still remember that day. My parents were touched by Malcom's voice and performance. And the crowd voted for him to win that International Song Festival back in 1969

Anônimo disse...

I was a kid but still remember that day. My parents were touched by Malcom's voice and performance. And the crowd voted for him to win that International Song Festival back in 1969

Marcos Vinicius disse...

Incrivel performance, musica maravilhosa, blog fantástico, parabénssssssssss, fiquei fã....

Marcia Weber disse...

Obrigada pela visita!

Abraços

PRAT - PRESBITÉRIO ALTO TIETÊ disse...

Malcon Roberts...Que interpretação. Que letra! É, sem dúvida nenhuma uma das mais lindas canções que eu já ouvi e saibam que esse cinquentão aqui já ouviu muita, muita música. Pena que um cara como ele tenha morrido...mas em minha memória, enquanto eu a tiver, ele continuará vivo. Valeu demais!

Marcia Weber disse...

Uma voz maravilhosa e um momento marcante dos Festivais.

Abraços

Anônimo disse...

Todo festival tem as suas falácias.Como este de 1969 não deu a Malcolm Roberts o primeiro lugar, com distinção e louvor???
Coisas de festivais brasileiros, e, pior ainda, de seus julgadores, incompetentes e desconhecedores da verdadeira música, letra e interpretação do Malcolm.Que pena, os organizadores deveriam escolher melhor pessoas que entendem de música!

Célia disse...

Existe o vídeo da premiação, quando ele teve de voltar para acalmar o público?

Jose Geraldo disse...

Nessa época eu estava com 8 anos e nunca mais eu esqueci dessa bela canção.

Antonio disse...

São as patriotadas típicas de cretinos brasileiros, esses mequetrefes culpam os EUA e a Europa por tudo de péssimo que acontece no planeta, mas, quando vão passear com a família no exterior ou mandar seus filhos estudarem fora adivinhem pra onde vão?

depaula disse...

Valter. O Malcolm Roberts não era americano. Ele era inglês, da cidade de Manchester. Não viu o vídeo? No final vemos uma faixa escrito England! Feita pela torcida brasileira.

Anônimo disse...

Que imensurável injustiça foi cometida com o Malcolm por um júri imbecil que se sobrepôs à aclamação do público. Erro irreparável. Eu assisti o festival e até hoje não me conformo com o resultado! BRUNO